Antes mal-acompanhada que solteira - Wendy Markham

18:42:00 5 Comments A+ a-

AHÁ, aposto que essa frase é novidade pra vocês. Porque o que, pelo menos,  eu vivo escutando é "Antes só do que mal-acompanhada!"
Na verdade, eu digo isso muito pra umas amigas minhas, e até que é meio que uma filosofia de vida pra mim. Mas esse livro... digo que eu li mais pelo título.

E adorei.

Muitas mulheres não vão gostar tanto quanto eu gostei, e isso vai ser porque elas nunca passaram por nenhum dos problemas psicológicos da personagem principal, a Tracey.

Pra começar ela mora em Nova York e está quente. Muito. Pra melhorar ela odeia o seu trabalho de cargo júnior em uma agência de publicidade, o que significa que todo o trabalho pesado fica pra ela e os outros levam o crédito. Ela é gorda e morre por dentro por causa disso. E pra melhorar a situação, seu namorado aspirante a ator desde a faculdade, além de parecer não ligar pra ela,  não a pede em casamento.

Tem noção de como é triste uma vida dessas?

Não pelo trabalho, nem pelo muquifo onde ela mora... porque ela nunca o transformou em uma casa. Ela nem tem uma cama!

Só porque ela fica esperando que Will a peça em casamento.

Mas ele é estranho... ele não a apresenta como "minha namorada," só como "essa é a Tracey."
Ela desconfia que ele a trai, mas não... ele nunca faria isso com ela. Não o Will.
Se bem que ele deixou a namorada de longa data quando estava na faculdade por Tracey.
E eles passaram um tempo juntos antes disso.
Will arranja um emprego em uma peça fora da cidade no verão... e ela tinha o cerão planejado pra eles dois.

Mas tudo bem, ela aguentaria aquilo.

Principalmente porque ficou com o bico que ele fazia em um bufê chique, onde a grana era boa.
Mas é como se ele não ligasse mais pra ela... não é mais como era.

Então ela decide fazer uma surpresa.

Ela vai visitá-lo durante sua atuação final, então ela começa a se exercitar, fazer dieta e para de ir pro trabalho de ônibus. São só umas várias quadras sob um sol escaldante. E todo o dinheiro que ela gastaria usando transportes públicos ela guarda.

Nesse meio tempo ela conhece Buckley, que fica afim dela. Mas, mesmo com um simples beijo a fazendo sentir o que jamais sentira com Will, ela não pode... ela ama Will!

Não ama?

Mas o que acontece quando ela conquista sua auto-estima de volta e vai visitar  Will com "tudo aquilo" que tinha em excesso fora de si?

E o que ela faz com o monte de dinheiro que ela juntou?

E esse amor doentio que ela tem por Will... tem cura?

Cara, eu juro que eu terminei o livro me sentindo mais leve. Na verdade eu não o li, eu o devorei. Porque eu sei que isso pode acontecer com muita gente, e, como um amigo sempre fala "a oportunidade que tu perde, outro pega."

Antes só do que mal-acompanhada é um romance leve, com altos e baixos. Com festas, amigos gays e muito, mas muito calor durante o verão novaiorquino.

E aí, o que preferem?
Antes só do que mal-acompanhado, ou antes mal-acompanhada do que solteira?
Eu fico com os dois!

Estudante de Engenharia de Alimentos na UFRPE, leitora nas horas vagas, viciada em coisas boas, sonha demais.

5 comentários

Write comentários
GABY
AUTHOR
27 de abril de 2010 20:22 delete

Gostei do titulo kkkkkkkkk
eu sou desse time, pelo menos quando eu era a 'encalhada mór' KKKKKKKKK
agora que casei to mais tranquila e mais valorizada hehe
mais é fo** fica sozinha eu sei bem disso, tem hora que da desespero kkkk

Reply
avatar
Drik's
AUTHOR
27 de abril de 2010 21:12 delete

eu fico com os dois! Eu já tinahv isto esse livro, mas não tinah me itneresasdo.. Agr interessei! Mais um pra lista o/
amo voc ♥

Reply
avatar
28 de abril de 2010 02:07 delete

Fiquei com vontade de re-ler =O)

Reply
avatar
Martha
AUTHOR
28 de abril de 2010 16:25 delete

Há!! Parece legal esse livro!!!Vou procurar pra comprar!!Bjs!

Reply
avatar

Olá.
Obrigada pela visita! Sinta-se a vontade para comentar, e não tenha vergonha de escrever alguma dúvida ou sugestão. Sua opinião é importante para mim!